Shares

O que é o Papiloma Vírus Humano – HPV?

O HPV é um vírus que pode ser transmitido durante o ato sexual ou através do contacto íntimo da pele entre pessoas. Existem vários tipos de HPV que provocam diferentes sintomas. Enquanto alguns tipos podem infetar a área anogenital, outros infetam áreas como os pés ou as mãos.

A ação do vírus sobre as células da pele provoca a formação de tumores, a maioria deles pequenos e benignos, tais como as verrugas ou “cravos”. No entanto, quando a área infetada é a mucosa do colo do útero, da vagina, do pénis ou do ânus, o vírus pode induzir a formação de tumores benignos e/ou malignos, provocando o cancro do colo do útero ou do ânus.

Para além destes dois tipos de cancro, o HPV tem a capacidade de provocar outros tipos, nomeadamente da vulva, do pénis ou da vagina, o que o torna um problema sério da saúde pública.

Doenças provocadas pelo Papiloma Vírus Humano – HPV:
– 100% dos cancros do colo do útero
– 84% dos cancros do ânus
– 70% dos cancros da vagina
– 47% dos cancros do pénis
– 40% dos cancros da vulva
– 99% dos condilomas ou verrugas genitais

A infeção (sexual) por HPV é frequente?

Estima-se que cerca de 75% dos homens e mulheres sexualmente ativos irão ser infetados pelo vírus HPV pelo menos uma vez durante a sua vida. Apesar de não existir cura conhecida para as infeções por HPV, a maioria das pessoas tem um sistema imunitário adequado e consegue eliminar a infeção do seu organismo.

A utilização de preservativo durante o ato sexual e a redução do número de parceiros, pode ajudar a reduzir as possibilidades de ser infetado pelo vírus, assim como qualquer outra infecção sexualmente transmissível. Nas mulheres, o exame citológico de rotina, mais conhecido por “Papanicolau”, é determinante no rastreio a este tipo de vírus.

OS SINTOMAS

Na maioria dos casos o HPV provoca uma infeção silenciosa e muitos dos infetados não apresentam sintomas, nem sinais óbvios. Apesar da existência de verrugas, as mesmas podem não ser visíveis por se encontrarem numa parte interna do corpo, ou por serem muito pequenas.

As verrugas anogenitais, também chamadas condilomas, podem apresentar‐se como pequenas lesões, ou podem ser planas. Nas mulheres, as verrugas podem aparecer na vulva, colo do útero, coxas, ânus, recto, ou uretra.

O TRATAMENTO

O tratamento do HPV deve ser feito de acordo com a orientação médica. Os métodos mais comuns são a crioterapia, electrocoagulação, laser ou ainda, muito raramente, excisão cirúrgica. Devido ao facto do vírus evoluir de forma silenciosa, a sua identificação precoce é determinante para o seu tratamento e evitar que evolua para lesões mais graves, eventualmente, para o cancro.

Shares