Shares

A RPG (Reeducação Postural Global) é um método de avaliação, diagnóstico e tratamento de patologias que afetam o sistema neuro-músculo-esquelético.

O método tem por base o alongamento das cadeias musculares em articulação com um trabalho respiratório, através de posturas devidamente selecionadas pelo fisioterapeuta.

A RPG permite melhorar a respiração, a postura e o aspeto estético, definir a causa da dor ou patologia e tratar o individuo de forma holística.

Que patologias/sintomas trata?

A RPG é indicada a pessoas de todas as idades e pode tratar um grande número de casos:

• Hérnias discais e protusões de disco;
• Lombalgias/ Dorsalgias/ Cervicalgias;
• Ciatalgia – “Dor Ciática”;
• Cervico-braquialgias;
• Escolioses;
• Estrabismo;
• Disfunções Têmporo-Mandibulares;
• LER – Lesões por Esforço Repetitivo;
• Tendinites e Tendinopatias;
• Hiperpressão externa da rótula;
• Ombro congelado;
• Alterações posturais como hipercifose, hiperlordose, valgo ou varo de joelho acentuado, pés demasiado planos ou cavos;
• Cefaleias/enxaquecas constantes, decorrentes de alterações músculo-esqueléticas;
• Lesões articulares e pós-traumáticas;
• Dores articulares difusas (dores de joelhos, anca, ombros, entre outros);

O método não apresenta qualquer contra-indicação ou limites, e une conceitos de individualidade (as pessoas não são iguais), causalidade (busca as causas do sintoma), e globalidade (trata todo o indivíduo).

A sessão de RPG

Durante a sessão, que dura aproximadamente 1h (uma vez por semana, geralmente), o fisioterapeuta trata o utente em posturas de alongamento mantidas e progressivas, contra a patologia. O tratamento inclui um conjunto de micro ajustes numa série de posturas suaves (de pé, sentada ou deitada), que de forma progressiva normaliza a tensão dos músculos estáticos, seguindo a cadeia que está a causar a dor e/ou outros problemas.

Fatores de risco

Os maus hábitos posturais e/ou profissionais, as alterações congénitas ou adquiridas e os fatores emocionais, estão na origem de uma tensão excessiva em determinados músculos. O nosso corpo, mesmo em repouso, mantém a ativação dos músculos anti-gravíticos, responsáveis por suportar o peso do nosso corpo e de nos manter em postura ereta. Quando há um desequilíbrio, pequenas alterações posturais podem ser adotadas pelo nosso sistema de perceção corporal. Assim, ao realizarmos as nossas atividades diárias com a postura inadequada, estamos a sobrecarregar determinadas estruturas do corpo, que posteriormente poderão vir a causar dores articulares e musculares, degenerações, tendinites, entre outras.

Outra agravante é a forma de “auto-cura” do corpo humano. Ao tentar “curar” alguma alteração postural ou dor, surgem na verdade compensações corporais que irão aliviar os sintomas, apenas, temporariamente. Dessa forma origina-se o ciclo “dor-compensação”; “compensação-dor”, caracterizado pela compensação corporal após o quadro doloroso, que irá sobrecarregar novas estruturas, originando novas dores em locais distantes da dor primária.

Testemunhos:

Rafael, 19 anos

“Desde há uns meses, queixava-me de dores na zona interna da coxa e virilha, que após consulta de ortopedia e de ter feito radiografia, fui diagnosticado com tendinite dos adutores/pubalgia e verificaram que tinha escoliose. Tive a sorte de encontrar um fisioterapeuta competente, e iniciei tratamentos de RPG. Desde a primeira sessão senti resultados (redução das dores, melhoria da mobilidade) e, ao final de duas semanas, já não tinha dores. Após 5 meses, a escoliose ficou residual, e não sinto as limitações na mobilidade que sentia antes, e até sinto maior flexibilidade. A RPG proporcionou-me uma grande melhoria da qualidade de vida (principalmente na actividade física), sendo que a confiança que senti durante todo o tratamento foi essencial para me sentir seguro e cada vez melhor.”

Raquel, 27 anos

“Recorri à RPG a conselho do meu osteopata, pois apresentava escoliose acentuada, que provocava contraturas musculares. Estas contraturas resultavam em constantes dores em diversos pontos da coluna que, com a minha idade e profissão (farmacêutica) eram limitadoras e algo incapacitantes. Após algumas sessões de RPG, as dores começaram a desaparecer, notando-se grande diferença entre o antes e o depois. A escoliose foi praticamente resolvida, sendo apenas residual. Recomendo vivamente este método de tratamento, é notoriamente eficaz pois não se tratam apenas os sintomas, corrigimos a causa dos mesmos.”

Marque a sua consulta

Shares