Shares

As mudanças de temperatura ao longo do ano exigem alterações no nosso dia-a-dia, tanto nas atividades que realizamos, como no cuidado com o nosso corpo, incluindo o vestuário e a alimentação. O Inverno chegou, e com ele o tempo frio, aumentando a vulnerabilidade e risco de hipotermia e enregelamento, aparecimento de problemas respiratórios ou o seu agravamento, entre outros.
É importante adotar medidas de prevenção quando expostos ao frio, essencialmente nos grupos mais vulneráveis, como idosos, crianças, pessoas com doenças crónicas ou agudas, pessoas em isolamento e exclusão social.

MEDIDAS DE PREVENÇÃO

EM ESPAÇOS FECHADOS

  • Promova a circulação de ar dentro de espaços fechados
  • Ao utilizar botijas de água quente, evite o contacto directo, para prevenir queimaduras
  • Evite andar descalço em chão frio por longos períodos de tempo
  • Evite permanecer em locais fechados com grande concentração de pessoas
  • Não descanse ou adormeça perto de equipamentos de aquecimento
  • Verifique o equipamento de aquecimento: realize manutenções periódicas para garantir qualidade do ar
  • Utilize equipamento de segurança correto ao manipular os combustíveis na lareira
  • Use painel de protecção na lareira

VESTUÁRIO

  • Vista-se por camadas, adequando o número de peças de roupa à temperatura dos locais
  • Não vista roupas justas para não comprometer a circulação sanguínea
  • Proteja as extremidades do corpo (face e cabeça, mãos, pés)

CUIDADOS COM A PELE

  • Mantenha a pele hidratada
  • Não utilize água muito quente no banho
  • Mantenha uma higiene cuidada no sentido de prevenir infeções e problemas de pele

ALIMENTAÇÃO

  • Hidrate-se: Consuma água regularmente
  • Opte por alimentos da época: romã, abóbora, tangerina, laranja, entre outros
  • Evite a ingestão de bebidas alcoólicas – o seu consumo leva à perda de calor
  • Opte por alimentos ricos em Vitamina D para compensar a menor exposição solar no Inverno

ATIVIDADE FÍSICA

  • Fazer movimentos com os dedos, mãos, braços, pés e pernas para evitar que o corpo arrefeça
  • Deve praticar atividade física, contribuindo para a circulação sanguínea e produção de calor. Evite praticar atividade física intensa ao ar livre
  • Evite arrefecer com roupa transpirada no corpo

ISOLAMENTO

  • Se conhece alguém que vive sozinho ou se encontre sozinho este Inverno, faça uma visita ou telefonema diariamente, se possível

MEDICAÇÃO

  • Se tiver sintomas respiratórios não tome antibióticos sem indicação médica
  • Faça-se acompanhar da sua medicação de SOS, por exemplo no caso de ser asmático
  • Em caso de dúvida, procure um profissional de saúde

No sentido de evitar complicações este Inverno, adopte estas medidas e proteja-se do frio.

Referências bibliográficas:

  • Direção Geral de Saúde, Frio- Recomendações gerais. Consultado em: https://www.dgs.pt/saude-ambiental/areas-de-intervencao/frio/recomendacoes-gerais.aspx
  • Direção Geral de Saúde, Saúde ambiental » Principais áreas de intervenção » Frio. Consultado em: https://www.dgs.pt/saude-ambiental/areas-de-intervencao/frio.aspx
  • Direção Geral de Saúde,Proteja-se do Frio: DGS emite recomendações em: https://www.inem.pt/2017/12/07/proteja-se-do-frio-dgs-emite-recomendacoes/
  • Nutrimento – Direção Geral de Saúde, 2017 – Como A Alimentação Pode Ajudar A Combater O Frio. Consultado em: https://nutrimento.pt/noticias/como-a-alimentacao-pode-ajudar-a-combater-o-frio/
Shares