Shares

Segundo a Direcção Geral de Saúde, as infeções do trato urinário representam um problema de saúde grave, em parte, devido à sua ocorrência frequente.

Trata-se de um processo inflamatório de causa infeciosa, nas quais as evidências clínicas e experimentais sustentam que os microrganismos responsáveis são provenientes da uretra e períneo, sendo esta a via mais comum que conduz a infeções do trato urinário.

 

Quem pode contrair uma infeção urinária?

As infeções urinárias são mais frequentes em mulheres, dada a proximidade da uretra com o ânus e com a vagina. O fato da uretra feminina ser sempre mais curta do que a masculina permite que os microrganismos alcancem mais facilmente a bexiga.

No caso do homem, as infeções urinárias associam-se frequentemente a cálculos renais ou a um aumento de volume da próstata.

 

Quais são os sintomas de uma infeção urinária?
  • Ardor/dor ao urinar;
  • Urinar várias vezes ao dia e em pequenas quantidades;
  • Urina com cheiro fétido e/ou alteração da cor;
  • Dor na parte inferior do abdómen;
  • Presença de sangue na urina;
  • Febre/calafrios;
  • Náuseas e vómitos.

O diagnóstico da infeção urinária é realizado através de uma avaliação médica e posteriormente da realização de um exame laboratorial à urina.

 

MITOS E VERDADES

Como referido anteriormente, este tipo de infeções são frequentes, de tal forma que nos pode levar a pensar que já sabemos tudo sobre o tema. Mas nem sempre é assim e como tal apresentamos alguns mitos e verdades sobre as infeções urinárias e as suas causas.

  • Deve-se urinar depois das relações sexuais para evitar a infeção VERDADE

Durante o ato sexual, o corpo humano entra em contacto com muitas bactérias. Estas podem passar tanto no canal urinário feminino como no masculino. Urinar após a prática sexual pode ajudar a remover as possíveis bactérias que se acumulam durante a relação.

  • Sempre que existe ardor ao urinar é uma infeção urinária – MITO

Apenas 20% dos casos de dor e ardor são resultado de infeções urinárias. Os outros 80% não apresentam alterações que comprovem o diagnóstico. O desconforto pode estar relacionado com outras infeções ginecológicas, traumatismo local ou irritações cutâneas.

  • Conter a urina na bexiga durante muito tempo causa infeção urinária – VERDADE

O facto de reter a urina favorece um aumento local de bactérias, podendo causar uma infeção. O nosso trato urinário tem uma flora bacteriana própria que coloniza o sistema e é eliminada periodicamente ao urinar.

  • A limpeza após a evacuação não tem qualquer implicação nas infeções urinárias – MITO

Em quase 90% das vezes, a bactéria Escherichia coli, que habita o intestino, é a causa destas infeções. A proximidade entre a vagina e o ânus facilita que exista contaminação.

  • Problemas ginecológicos favorecem o surgimento das infeções urinárias – VERDADE

As mulheres com infeções vaginais ou corrimentos estão mais predispostas à infeção urinária. Desta forma é de extrema importância uma higiene íntima cuidada e correta.

  • A ingestão de álcool e cafeína não influenciam na contaminação – MITO 

É necessário reduzir consumo dessas substâncias porque podem debilitar o sistema imunitário e consequentemente aumentar o risco de contração da infeção.

  • O uso de um biquíni molhado por longos períodos aumenta o risco de infeção – VERDADE

O uso prolongado de peças molhadas, como biquínis, aumenta a possibilidade de contrair a doença. Um ambiente húmido facilita a proliferação de bactérias patogénicas no sistema urinário.

 

Quais são os factores de risco de uma infeção no trato urinário?
  • Diabetes;
  • Gravidez;
  • Menopausa;
  • Hipertrofia prostática;
  • Hábitos de higiene inadequados;
  • Período menstrual;
  • Doenças sexualmente transmissíveis.
Tratamento

Para além da toma dos antibióticos adequados existem cuidados extra que pode ter em conta, tais como:

  • Aumentar a ingestão de líquidos;
  • Ter cuidados gerais de higiene íntima;
  • Não retardar o ato de urinar.

Embora estas infeções sejam frequentes, a maioria não apresenta uma gravidade significativa, exceto quando abrangem problemas renais. A lesão do rim, na sequência de uma infeção urinária, pode causar cicatrizes renais, hipertensão arterial ou mesmo insuficiência renal.

 

Referências Bibliográficas:

  • Francisco José Barbas Rodrigues e col., etiologia e sensibilidade bacteriana em infecções do trato urinário, Rev Port saúde pública.2011; 29 (2): 123-131
  • Associação Portuguesa de Urologia- Infecções do trato urinário
  • Norma da Direcção Geral de Saúde – Terapêutica de infecções do aparelho urinário

 

Consulta Relacionada

Shares