Shares

O surgimento de um novo coronavírus, o SARS-CoV-2, tornou-se um problema de saúde global, causando graves infeções do trato respiratório em humanos.

A disseminação, deste vírus, de pessoa para pessoa ocorre através de gotículas respiratórias. Desta forma, qualquer pessoa que tenha contacto próximo (cerca de 1 metro) com alguém com sintomas respiratórios está em risco de ser exposta à infeção. A transmissão deste vírus costuma ocorrer através de secreções contaminadas, tais como, espirro, tosse, gotículas salivares e através de contacto pessoal, como toque ou aperto de mão.

Outra fonte de contágio é o contacto com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contacto com os olhos, nariz ou boca. Assim se uma pessoa infetada entrar em contacto com uma superfície, a próxima pessoa a tocar na mesma, levará o vírus consigo, continuando assim a ser um foco de contágio.

Um estudo publicado no Journal of Hospital Infection, edição de 31 de Janeiro de 2020, conclui que o vírus SARS / NCoV pode resistir durante horas ou até mesmo dias em diferentes superfícies inanimadas.

Descubra a persistência do coronavírus em superfícies inanimadas, bem como os produtos para inativar o vírus e desinfetar as superfícies. Desta forma é possível a contenção precoce e a prevenção da propagação deste surto.

 

Para a eliminação eficaz do vírus, existem produtos que podem ser utilizados nas superfícies, são eles:

Para além dos produtos, há condições favoráveis que também ajudam na inativação eficaz do vírus, como a temperatura acima dos 30ºC e humidade abaixo dos 30%.

 

Artigos Relacionados:

Shares